Formigas

Formigas: chegam em carreata

 

Existem 2.000 espécies de formigas no Brasil, no entanto cerca de 30 são consideradas pragas. Aquelas formiguinhas que observamos na cozinha e nos quintais são aproximadamente 20% a 30% das formigas do formigueiro; o restante não sai do ninho e por isso nunca é visto por nós. Causam muitos problemas quando infestam casas ou apartamentos, atacando alimentos, provocando danos às estruturas, espalhando microorganismos transmissores de doenças, infestando e contaminando residências, hospitais, clínicas e laboratórios, hotéis, restaurantes etc.

 

Principais espécies

 

No Brasil, as principais espécies de formigas urbanas são:

 

» Camponotus spp (formiga carpinteira)

» Tapinoma melanocephalum (formiga fantasma)

» Solenopsis sp (formiga lavapés)

» Atta sp. (formiga saúva)

» Paratrechina longicornis (formiga louca)

» Monomorium pharaonis (formiga do faraó)

» Crematogaster spp (formiga acrobática)

» Pheidole spp (formiga cabeçuda)

Hábitos

 

Insetos sociais, as formigas vivem em colônias ou ninhos, nos quais cada uma trabalha para todos os membros e não somente para si mesma. Os ninhos das formigas, de uma maneira geral, consistem de um sistema de passagens ou cavidades que se comunicam umas com as outras e com o exterior.

 

Algumas espécies constroem seus ninhos no solo e plantas, outras, no interior de edificações  – sob azulejos, batentes de portas, pisos, vãos e frestas -, ou ainda ocupam cavidades na madeira ou troncos de árvores.

As colônias variam em tamanho e podem ser formadas desde algumas dezenas até por muitos milhares de indivíduos.

 

A maioria das formigas alimenta-se de sucos vegetais, seiva das plantas, néctar de flores, substâncias açucaradas, líquidos excretados por certos insetos, algumas são carnívoras e se alimentam de animais mortos ou vivos.

 

 

Questões de saúde

 

Para se defenderem, algumas formigas podem usar um aparelho inoculador de veneno, a famosa picada, que pode provocar reações alérgicas. A gravidade vai depender da sensibilidade do indivíduo, local e número de ferroadas.

 

 LOCAIS ONDE COMUMENTE ENCONTRAMOS FORMIGAS:

 

» Embaixo de pedras em jardins

» Frestas de Azulejos em Banheiros;

» Áreas externas com materiais e equipamentos acumulados;

» Locais onde se acumulam gordura ou comida;

» Em baixo ou em azulejos próximos de pias.

 

MEDIDAS PARA PREVENIR O APARECIMENTO DE FORMIGAS:

 

» Elimine oferta de Alimentos;

» Elimine Abrigos;

» Recolha restos de alimentos e qualquer outro tipo de lixo em recipientes adequados com tampa;

» Vedar frestas de pisos e azulejos, e de outros locais que ofereçam condições de abrigo para as formigas;

» Não acumular madeira e entulhos em locais úmidos;

» Excluir a prática de fazer pequenos lanches na mesa de trabalho, protegendo os teclados dos computadores das migalhas de pão, biscoitos, etc;

 

MEDIDAS PARA O CONTROLE DE FORMIGAS:

 

Se a companhia destes insetos tem sido constante, existem alguns produtos de venda livre que com o devido cuidado podem ajudar; porém se o controle não acontecer e a quantidade parece aumentar, saiba que eliminar uma rainha não é uma tarefa fácil e quando matamos formigas de um formigueiro sem um planejamento adequado, podemos provocar um processo de fragmentação da colônia, o que pode levar à formação de novos formigueiros no ambiente, ocasionando em um problema maior que o inicial. Neste caso, entre em contato com uma empresa especializada.

Fique por dentro
Inscreva-se e receba novidades e conteúdos exclusivos sobre como proteger seu patrimônio e se livrar das pragas.
Já visitou nosso blog?

Saiba como se prevenir das pragas urbanas durante a primavera

Chegou uma  das  épocas mais esperadas: a primavera, que costuma ter um clima ameno, trazer chuvas para nossos reservatórios que tanto precisam, além das flores. Mas, o que muitas pessoas ignoram é que apesar de ser uma época deliciosa também é muito perigosa pois é o período perfeito para proliferação de algumas pragas urbanas.