Escorpiões

Escorpiões: são os mais temidos  

Os escorpiões geralmente são pequenos, porém algumas espécies possuem venenos perigosos para a saúde humana, principalmente para pessoas sensíveis como crianças e idosos. Possuem um ferrão com uma glândula de veneno que assusta.

 

Em Indaiatuba, desde 2018, os números de caso de escorpiões em domicílios têm aumentado. Por isso, todas medidas preventivas devem ser tomadas para manter sua casa bem protegida deles.

Principais espécies

Escorpião marrom ou preto (Tityus bahiensis

Escorpião amarelo (Tityus serrulatus)

Escorpião amarelo

 

É a espécie de escorpião que causa mais acidentes. Possui hábitos intradomiciliares. Seu veneno é perigoso para a saúde humana, agindo no sistema nervoso da vítima. A picada provoca dor intensa no local atingido e se amplia por todo o corpo. O indivíduo fica sensível a qualquer toque no corpo. Age, principalmente, na região do bulbo, que controla a respiração. Por isso a vítima pode ter parada respiratória se não for atendida rapidamente.

Tamanho: Até 7 cm de comprimento

Cor: Cauda amarela e tronco marrom

 

Escorpião preto/marrom

 

Os escorpiões pretos causam acidentes frequentes nas áreas rurais. Não são animais tão agressivos se comparados a outras espécies. De início o animal foge, porém se o incômodo de um humano persistir, podem picar. Seu veneno é menos perigoso do que o do escorpião amarelo.

 

Tamanho: Varia de 5 a 7 cm

Cor: marrom escuro

Hábitos

 

Há cerca de 1.500 espécies de escorpiões conhecidas. Os escorpiões são animais terrestres, de atividade noturna, que se escondem durante o dia em locais sombreados e úmidos, como embaixo de troncos de árvores, pedras, cupinzeiros, tijolos, cascas de árvores velhas, construções, frestas de muros, dormentes de estradas de ferro, lajes de túmulos, entre outros). Não são animais agressivos.

 

Existem poucas espécies que se adaptaram à vida junto às residências humanas e, ocasionalmente, dirigem-se ao interior das casas à procura de abrigo e podem ser encontrados dentro de sapatos e gavetas.

 

Todos os escorpiões são carnívoros, capturam e matam animais dos quais se alimentam. Entre suas presas estão: baratas, grilos, aranhas de porte médio, etc. Seus predadores naturais são corujas, gaviões, sapos, algumas espécies de aranha, lagartos, entre outros.

  

Questões de saúde

 

Algumas espécies de escorpiões podem inocular veneno pelo ferrão, considerados assim animais peçonhentos. A gravidade do envenenamento, assim como no caso das aranhas, vai variar conforme o local da picada e a sensibilidade da pessoa. A indicação é sempre procurar por atendimento médico, para que as decisões sobre o tratamento sejam tomadas.

 

Os acidentes, geralmente, acontecem quando se manuseia material de construção ou entulho, em residências, e são mais comuns no período das chuvas, quando o calor aumenta, e os escorpiões ficam mais ativos.

 

Primeiros Socorros

 

Lavar o local da picada;

Usar compressas mornas para alívio da dor;

Se possível, levar o animal para identificação.

 

Embora a maioria dos acidentes ocorridos no Brasil por escorpiões manifesta-se nas formas leves e moderadas, em casos graves, buscar sempre auxílio médico de imediato, pois o diagnóstico precoce e o tempo decorrido entre a picada e a administração do soro influem na evolução e a manutenção das funções vitais.

 

Se você mora em Indaiatuba, procure uma Unidade de Pronto Atendimento.

 

UPA – Unidade de Pronto Atendimento Dr. Paulo Kóide: Av. Eng. Fábio Roberto Barnabé, 6020 – Jardim Morada do Sol – (19) 3935-2770

Vera Cruz – Centro Médico São Camilo: R. Miguel Fernandes García Filho, 540 – Chácara Areal – (19) 3115-6600

 

Como prevenir a presença de escorpiões

 

» Para evitar condições propícias ao abrigo e proliferação de escorpiões, devem-se adotar as seguintes medidas:

» Manter limpos quintais, jardins, sótãos, garagens e depósitos, evitando acúmulo de folhas secas, lixo e demais materiais como entulho, telhas, tijolos, madeiras e lenha;

» Ao manusear materiais de construção, usar luvas de raspa de couro e calçados, pois nestes materiais elas podem estar abrigadas;

» Rebocar paredes e muros para que não apresentem vãos e frestas;

» Vedar soleiras de portas com rolos de areia;

» Usar telas em ralos do chão, pias ou tanques;

» Acondicionar o lixo em recipientes fechados para evitar baratas e outros insetos, que servem de alimento a aranhas;

» Realizar roçagem de terrenos;

» Preservar os inimigos naturais: aves de hábitos noturnos – coruja, joão-bobo, lagartos, sapos, galinhas, gansos, macacos, quatis, etc. (na zona rural).

Infestação de Escorpiões em Indaiatuba: saiba como prevenir para manter sua casa protegida

Fique por dentro
Inscreva-se e receba novidades e conteúdos exclusivos sobre como proteger seu patrimônio e se livrar das pragas.
Já visitou nosso blog?
Chegou a Primavera: veja como se preparar contra as pragas

Chegou a Primavera: veja como se preparar contra as pragas

Primavera não é só a estação das flores, mas também do aumento das pragas. Com as temperaturas mais quentes, esses seres tão indesejados aparecem sem pedir licença pois a umidade do ar é elevada e as condições climáticas mais propícias para a reprodução.  É ainda nesse período que ocorre a transição de muitas delas

Coronavirus - Sanitização e desinfecção de ambientes - Indaiatuba e São Paulo

Coronavírus: sanitização e desinfecção de ambientes, por que fazer?

Fazer uma boa faxina em casa ou na empresa e usar produtos de limpeza variados. Isso garante um ambiente limpo, certamente. Mas não garante um ambiente totalmente livre de bactérias, ácaros, fungos e vírus que são prejudiciais à saúde e causam doenças. Atualmente, o mais temido é o Coronavírus. Quando trata-se de um lugar